CNBB › 03/05/2019

A recepção no Brasil do Sínodo dos Jovens e a aprovação das Diretrizes da Ação Evangelizadora 2019-2023 são pontos centrais desta sexta

Uma das tarefas centrais do terceiro dia, 3 de maio, da 57ª Assembleia Geral (AG) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) será refletir sobre como a Igreja no Brasil vai recepcionar o Sínodo dos Bispos sobre a Juventude, realizado no Vaticano em outubro de 2018. O terceiro dia também vai se dedicar, no período da tarde, especialmente à aprovação das redação final das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil para o quadriênio 2019-2023 após os debates e acréscimos nos grupos de trabalho.

A missa de hoje, com início às 7h30, no Santuário Nacional será dedicada aos bispos eméritos. A celebração será presidida por dom Paulo Mascarenhas Roxo, bispo emérito da diocese de Mogi das Cruzes (SP). Os bispos eméritos também se dirigirão aos bispos da Assembleia com uma comunicação na segunda seção da manhã, com início previsto para às 11h15.

A primeira seção da manhã, após a celebração, das 9h15 às 10h45, será dedicada à uma reunião privativa dos bispos com o Núncio Apostólico no Brasil, dom Giovanni D’Aniello, no auditório do Santuário Nacional de Aparecida. Outros assuntos do dia serão temas ligados à liturgia e uma reservada à reunião dos 18 regionais da CNBB, na primeirra seção da tarde, das 15h40 às 17h10.

Fonte: CNBB