Notícias › 16/11/2021

Santa Maria celebra Romaria de Medianeira e 5ª Jornada Mundial do Pobres

A data de 14 de novembro marca o reencontro dos fiéis com Nossa Senhora. A Romaria da Medianeira, maior evento religioso do Estado, aconteceu na manhã deste domingo (14), ainda em formato híbrido com procissão motorizada, celebração com controle de acesso e transmissão das atividades pelos veículos de comunicação e redes sociais. A procissão motorizada que acompanhou a Imagem saiu às 8h30 da frente da Catedral Metropolitana de Santa Maria, com um cortejo de cem automóveis acompanhando o percurso até o Santuário-Basílica da Medianeira.

Pela primeira vez a Imagem foi elevada em uma plataforma para ficar visível a todos os participantes e na avaliação de Dom Leomar Antônio Brustolin, que presidiu a eucaristia: “A romaria ocorreu dentro das possibilidades do atual contexto. Somos muito agradecidos a Deus por tudo. Igualmente, somos agradecidos a tantos homens e mulheres que trabalharam pelo sucesso desta Romaria. Merece destaque a participação do clero da arquidiocese e seu oferecimento à Medianeira, concluiu o Arcebispo e informou que a Romaria de 2022 acontecerá no dia 6 de novembro, por ocasião da realização do Congresso Nacional Eucarístico.

O público com cerca de 7 mil pessoas entre fiéis, religiosos, servidores de órgãos públicos e voluntários acompanhou a Missa Campal. Não faltaram demonstrações de fé e esperança na Mãe Medianeira. Todo o acesso ao parque foi controlado por contador eletrônico instalado na entrada do evento com o intuito de evitar aglomeração e colaborar no combate à disseminação da Covid-19. Profissionais também orientaram sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras. Acompanharam a celebração o vice-governador do Estado Ranolfo Vieira Jr, o prefeito Jorge Pozzobom e autoridades municipais, civis, militares e acadêmicas.

As missas, tanto da Trezena Móvel, Trezena Penitencial e Missas de hora em hora foram transmitidas pelas Redes Sociais da Arquidiocese e da Basílica da Medianeira. A Missa Campal contou, também, com a transmissão da Rede Vida de Televisão e Rádio Medianeira.

Após a Missa Campal, nas dependências do Centro de Referência em Economia Solidária Ivo Lorscheiter, dentro da programação da 5ª Jornada Mundial do Pobres foram servidas mais de 360 refeições para moradores de rua, catadores, quilombolas, ciganos, desempregados, grupos indígenas – Kaigans,Guaranis, Terenas – agricultores familiares, representantes da Economia  Solidária, religiosos, religiosas.  A iniciativa promovida pela Arquidiocese de Santa Maria, Banco da Esperança, Projeto Esperança/Cooesperança, Banco de Alimentos, Caritas Arquidiocesana e cerca de 50 entidades da segurança alimentar que preparam alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade social durante o ano todo. Para a Irmã Lourdes Dill, esta foi a ação social concreta por parte da 78ª Romaria. “É muito gratificante após um evento desses voltar para casa, com a certeza e a alegria do dever cumprido.”

Com informações da Arquidiocese de Santa Maria