WEBMAIL

Campanha da Fraternidade 2020: A vida é dom e compromisso!

Tema: “Fraternidade e vida: dom e compromisso”

Lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele (Lc 10,33-34)”

A Igreja de todo o mundo e especialmente do Brasil tem manifestado cada vez mais seu compromisso na defesa, proteção, cuidado e resgate da vida. Para firmar esta missão, no tempo da quaresma e preparação para a Páscoa, propõe um tema de estudo, reflexão e ações concretas que desafiam as pessoas para a conversão.

A Campanha da Fraternidade nasceu em 1964 e vem, ano a ano, despertando a atenção para realidades urgentes de mudanças na sociedade. Há mais de cinco décadas ela anuncia a importância de não separar a conversão do serviço aos irmãos e irmãs, à sociedade e ao planeta, nossa Casa Comum.

Neste ano, somos convidados a olhar, de modo mais atento e detalhado, para a vida, através do tema Fraternidade e vida: dom e compromisso, inspirada pelo lema Viu, sentiu compaixão e cuidou dele (Lc 10,33-34).

Em meio a tantas questões, a Campanha da Fraternidade deste ano nos convoca a refletir sobre o significado mais profundo da vida e a encontrar caminhos para que esse sentido seja fortalecido e, algumas vezes, até mesmo reencontrado.

“Não temamos se nos sentirmos pequenos diante dos problemas. Lembremo-nos de Santa Dulce dos Pobres, mulher frágil no corpo, mas fortaleza peregrinante pelas terras de São Salvador da Bahia de Todos os Santos. Dulce, presença inquestionável do amor de Deus pelos pobres e sofredores. Dulce, incansável peregrina da caridade e da fraternidade. Dulce, testemunho irrefutável de que a vida é dom e compromisso” (Texto Base CF 2020).

Cartaz

Os elementos  que compõem a identidade visual da Campanha da Fraternidade buscam transmitir sua mensagem como oferta de diálogo da Igreja com a sociedade, buscando debater assuntos de relevante interesse dos brasileiros.

Na ilustração, as pessoas que cercam irmã Dulce simbolizam uma população vulnerável, que clama por vida em plenitude. É possível perceber também a pluralidade que engloba diferentes faixas etárias, etnias e outras particularidades típicas de uma população multicultural.

O cenário escolhido foi o bairro do Pelourinho, localizado em Salvador, capital do estado da Bahia, berço de nascimento de Santa Dulce, representação de um Brasil de tantos lugares e culturas. As pessoas estão na rua, área comum de encontro e convívio, mas também onde se vivenciam dores e angústias. Assim, contemplamos uma Igreja em saída, que está nas ruas e vai ao encontro das pessoas.

Hino

A letra é de autoria do padre José Antônio de Oliveira, 67 anos, da paróquia São João Batista de Barão de Cocais da Arquidiocese de Mariana (MG). A música é de Gilson Celerino, que também fez o arranjo para coro a quatro vozes e órgão.

O assessor do setor Música Litúrgica, que faz parte da Comissão Episcopal Pastoral para Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o jesuíta irmão Fernando Benedito Vieira, explica que este ano o hino tem um diferencial.

“Pensando também nas Igrejas onde existem corais e órgão, fizemos pela primeira vez uma versão para coro a quatro vozes e órgão”, ressalta.

As partituras das duas versões do hino da CF 2020 podem ser adquiridas no site da Edições CNBB.

Veja o videoclipe do Hino da Campanha da Fraternidade 2020:

Letra do Hino da CF 2020

Tema: Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso
Lema: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (cf. Lc 10,33-34)
|| Letra: Pe. José Antonio de Oliveira
|| Música: Gilson Celerino

1) Deus de amor e de ternura, contemplamos
este mundo tão bonito que nos deste. (Cf. Gn 1,2-15; 2,1-25)
Desse Dom, fonte da vida, recordamos: (Cf. SI 36,10)
Cuidadores, guardiões tu nos fizeste. (Cf. Gn 2,15)

Peregrinos, aprendemos nesta estrada
o que o “bom samaritano” ensinou:
Ao passar por uma vida ameaçada,
Ele a viu, compadeceu e cuidou. (Cf. Lc 10,33-34)

2) Toda vida é um presente e é sagrada,
seja humana, vegetal ou animal. (Cf. LS, esp. Cap. IV)

É pra sempre ser cuidada e respeitada,
desde o início até seu termo natural.

3) Tua glória é o homem vivo, Deus da Vida; (Cf. Santo Irineu)
ver felizes os teus filhos, tuas filhas;
é a justiça para todos, sem medida; (Cf. Am 5,24)
É formarmos, no amor, bela Família.

4) Mata a vida o vírus torpe da ganância,
da violência, da mentira e da ambição.
Mas também o preconceito, a intolerância.
O caminho é a justiça e conversão. (Cf. 2Tm 2,22-26)

Subsídios 

Para partilhar os estudos e conhecimentos e assim, favorecer os grupos, movimentos, pastorais, paróquias, áreas pastorais em seus estudos, aprofundamentos e definições de ações com relação à Campanha da Fraternidade 2020, uma série de materiais foi produzido em parceria com a editora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Edições CNBB. Os materiais podem ser adquiridos no site oficial da instituição.

O livro para os encontros catequéticos para crianças e adolescentes, por exemplo, é uma oportunidade para abordar e discutir o tema e o lema da CF 2020 com as crianças e os adolescentes das muitas comunidades espalhadas pelo nosso país. Cada comunidade tem seu ambiente próprio, onde certos problemas sociais estão mais presentes. Diante disso, podem ser feitas muitas adaptações nas tarefas propostas e no modo de abordar o tema.

Já o subsídio “Jovens na CF” é indicado especificamente aos grupos de jovens, idealizado para ampliar o diálogo sobre a superação da violência com o objetivo de encorajar o comprometimento desse importante público nas questões apresentados pelo tema e lema da Campanha da Fraternidade 2020.

O “Círculos Bíblicos” é ideal para que as pessoas se reúnam em pequenos grupos e assim, inspirados nas Sagradas Escrituras, façam uma reflexão quaresmal e uma reflexão sobre a Campanha da Fraternidade.  O livro é dividido em cinco encontros, um para cada semana da Quaresma, cuja centralidade está na Palavra de Deus.

A “Vigília Eucarística” é uma publicação que sugere dois roteiros para celebrações: o primeiro oferece um momento de Adoração, uma Vigília diante da Eucaristia e o segundo é um roteiro para uma Celebração Penitencial.

O “Retiro Popular da Quaresma” quer ser um retorno às fontes cristãs para transformar este rico período em um grande retiro, no qual pessoa, comunidade e sociedade se articulem, em um processo de conversão, para a busca da vida plena. A proposta com esse Retiro é que se faça um tempo semanal de oração comunitária, de oração pessoal e um calendário de atividades e exercícios de santificação para todos os dias da quaresma.

Coleta da Solidariedade

A Campanha da Fraternidade se expressa concretamente pela oferta de doações em dinheiro na Coleta da Solidariedade, realizada no Domingo de Ramos. É um gesto concreto de fraternidade, partilha e solidariedade, feito em âmbito nacional, em todas as comunidades cristãs, paróquias e dioceses.

Este ano, a Coleta da Solidariedade será realizada no dia 05 de abril e deve mobilizar todas as paróquias e comunidades do Brasil, para formar os Fundos Diocesanos, Estadual e Nacional de Solidariedade.

Oração

Deus, nosso Pai, fonte da vida e princípio do bem viver,
criastes o ser humano e lhe confiastes o mundo
como um jardim a ser cultivado com amor.

Dai-nos um coração acolhedor para assumir a vida como dom e compromisso.

Abri nossos olhos para ver
as necessidades dos nossos irmãos e irmãs,
sobretudo dos mais pobres e marginalizados.

Ensinai-nos a sentir a verdadeira compaixão
expressa no cuidado fraterno,
próprio de que reconhece no próximo
o rosto do vosso Filho.

Inspirai-nos palavras e ações para sermos
construtores de uma nova sociedade,
reconciliada no amor.

Dai-nos a graça de vivermos
em comunidades eclesiais missionárias
que, compadecidas,
vejam, se aproximem e cuidem
daqueles que sofrem,
a exemplo de Maria, a Senhora da Conceição Aparecida,
e de Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil.

Por Jesus, o Filho amado,
no Espírito, Senhor que dá a vida.
Amém!