Notícias › 19/03/2021

Coordenação da 6ª SSB no Estado define Grupos de Trabalho

A manhã desta sexta-feira foi de continuidade na articulação da Coordenação Regional da 6ª Semana Social Brasileira. O grupo se encontrou de forma online para dar continuidade ao processo de dinamização da 6ª SSB no Rio Grande do Sul, já motivado pela organização nacional e pela necessidade de garantir o debate e a reflexão da Semana nas arqui/dioceses e também em âmbito regional.

A principal pauta da reunião foi a definição de grupos de trabalhos para auxiliarem na popularização da 6ª Semana Social em todas as paróquias e comunidades. Para isso, estas equipes integram três áreas: Conteúdo e Metodologia, Comunicação e Sistematização.

Ao primeiro, cabe especialmente a missão de dinamizar a criação de grupos de estudos para impulsionar as temáticas terra, teto, trabalho, democracia e economia, a partir da realidade do Rio Grande do Sul. Já o grupo de trabalho sobre comunicação, assume a missão de produzir e divulgar materiais informativos em diversas redes, fomentando o site da CNBB com publicações nacionais e também sobre o desenvolvimento da 6ªSSB no Estado. Já a comissão de sistematização, tem como objetivo mapear as atividades realizadas pelas arqui/dioceses, pesquisando a opinião das pessoas sobre a Semana e mobilizando para a participação.

Outra pauta do encontro foi a realidade pandêmica no Estado e as inúmeras dificuldades que nascem ou se agravam neste contexto, especialmente nas áreas da saúde e alimentação. Para isso, o grupo definiu pela realização de uma grande reunião ampliada nos próximos dias a fim de buscar alternativas para atuar contra a fome e incentivar a aquisição de vacinas pelos órgãos competentes e a vacinação pela população.

A coordenação da 6ª Semana Social no Rio Grande do Sul conta com a participação de Dom Sílvio Dutra, da Diocese de Vacaria, bispo referencial para a Comissão Regional da Ação Sócio Transformadora da CNBB Sul 3, da secretária executiva da CNBB Sul 3, Sandra Zambon, e de representantes de pastorais e organismos da Igreja, além de lideranças de movimentos sociais.

Durante a reunião desta manhã, Sandra reforçou a importância da busca do bem viver a cada dia e para todos, “sempre louvando a Deus pela nossa saúde e disponibilidade para estar a serviço da vida, em sinodalidade com toda a Igreja do Rio Grande do Sul e reforçando sempre o sentido de esperança e caminhada”.