Notícias › 26/07/2022

Diocese de Erexim lamenta falecimento do Pe. Altair José Steffen

Tendo passado por cirurgia para extração de nódulos na cabeça e depois num pulmão há pouco tempo, seguida de intenso tratamento, Pe. Altair José Steffen faleceu no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital da UNIMED de Erechim, às 18h30 deste dia 25 de julho, festa de São Tiago, após 8 dias de hospitalização.

Na proximidade do mês vocacional em agosto aqui no Brasil, no qual se contempla a vocação fundamental à vida e à santidade em vocação específica, Pe. Altair foi chamado por Deus para junto de si, concluindo sua caminhada terrena na fé, na esperança e na caridade, após 35 anos e quase 7 meses de ministério presbiteral dos seus 62 anos, 8 meses e alguns dias de vida.

Tendo celebrado os mistérios da fé com o povo peregrino na Sagrada Liturgia nos diversos lugares em que exerceu o ministério sacerdotal, Pe. Altair possa agora participar da Liturgia Celeste com os que já se encontram na casa do Pai, entre os quais seus pais, um irmão e outros familiares. Unido mais intimamente à Paixão de Cristo por seus problemas de saúde ultimamente, participe também de sua gloriosa ressurreição.

Pe. Altair José Steffen

Pe. Altair nasceu no dia 15 de novembro de 1959, em Sede Dourado, município de Aratiba. Filho de Pedro Aloísio Steffen e Clementina Voni Steffen é o quarto de oito irmãos.

Fez o Ensino Fundamental em Sede Dourado; o Ensino Médio, no Seminário N. Sra. de Fátima em Erechim; cursou a Faculdade de Estudos Sociais na Universidade Regional Integrada (URI) campus de Erechim de 1980 a 1982; fez o curso de teologia no Instituto de Teologia de Passo Fundo (ITEPA), de 1983 a 1986.

Foi ordenado padre no dia 31 de dezembro de 1986, em Sede Dourado, por Dom João Aloysio Hoffmann, o primeiro Bispo da Diocese.

Como padre, exerceu as seguintes atividades:

– Vigário Paroquial na Paróquia São Cristóvão de Erechim e Assessor da Pastoral Operária de fevereiro a dezembro de 1987;

– Pároco da mesma Paróquia São Cristóvão, de 1988 a 1989;

– Pároco da Paróquia Santo Antonio, Jacutinga, de 1990 a 1998;

– Pároco da Paróquia de São Pedro, Erechim, de 31 de janeiro de 1999 a início de janeiro de 2012;

– Pároco da Paróquia N. Sra. de Fátima, Entre Rios do Sul em 2012;

– Pároco da Paróquia N. Sra. do Rosário, Barão de Cotegipe, de 15 de fevereiro de 2013 a 30 de janeiro de 2015; em seguida, teve um período sabático de 3 meses.

– Pároco da Paróquia N. Sra. das Dores, Capoerê, desde 26 de abril de 2015.

Seu lema de ordenação era: O Senhor enviou-me para anunciar a Boa Nova aos pobres (Lc 4,18)