Notícias › 26/11/2020

Em Assembleia Diocesana, Diocese de Vacaria lança seu novo brasão

A Diocese de Vacaria lançou, na última quarta-feira (25), o brasão diocesano, marca que caracterizará esta Igreja particular a partir de agora.

O lançamento deu-se durante a 44ª Assembleia Diocesana de Pastoral que, neste ano, foi realizada de forma remota. Na oportunidade, foi apresentado o vídeo de lançamento, no qual são explicadas as diversas partes do brasão diocesano.

Inspirado em elementos próprios da heráldica, o brasão da Diocese de Vacaria foi criado pelos seminaristas Edimar Scopel e Renan Paloschi Zanandréa, responsáveis pela Pascom diocesana no período.

Segundo Dom Sílvio Guterres Dutra, bispo diocesano de Vacaria, o brasão foi aprovado pelo Conselho de Presbíteros da Diocese. Refletindo sobre o significado do brasão, afirmou que o brasão fornece à Diocese “uma marca, uma identidade traduzida em símbolos que possuem profundo significado em suas cores e elementos. Ele nos ajuda, certamente, a conduzir a ideia que temos da Diocese, expressando um pouco da nossa história, do contexto que habitamos, que nos foi dado em missão. Nele encontramos a nossa espiritualidade revelada”.

O brasão diocesano é composto de alguns símbolos fixos, essenciais na representação de dioceses, como a cruz, a mitra e o báculo, este último inspirado no que pertence à Diocese e originalmente foi usado por Dom Frei Cândido Maria Bampi, OFMCap, Bispo Prelado de Vacaria (1936-1957).

No escudo quadripartido encontramos quatro símbolos que indicam os ideais, a essência e os valores, além de marcas de sua identidade e que norteiam o trabalho desta Igreja particular. Na parte superior, o cristograma, acompanhado das letras gregas alfa (A) e ômega (Ω), significando que o Senhor é o centro da fé, o primeiro e o último. Logo abaixo, encontramos o monograma mariano, formado pelo entrelaçamento das letras “A” e “M” que lembram a expressão “Ave Maria”, da Anunciação do Anjo Gabriel à Virgem Maria, Mãe de Deus e da Igreja.

Fazem parte do escudo, ainda, duas imagens que retratam particularidades da Diocese de Vacaria. Primeiramente, a presença de uma araucária, planta característica da região dos Campos de Cima da Serra, à qual pertence Vacaria. A araucária também faz parte do brasão do município de Vacaria, no qual está a sede da Diocese. Ao lado, um ramo de Oliveira, que nos remete à Padroeira da Diocese, Nossa Senhora da Oliveira. A oliveira é, também, símbolo recorrente na Sagrada Escritura e o seu óleo está presente em diversos sacramentos. Em suas doze folhas, além da representação bíblica das doze tribos de Israel e dos doze apóstolos, está expressa a totalidade das comunidades da Diocese de Vacaria e, nos três frutos, a Santíssima Trindade.

Completando o brasão, na parte inferior, o listel apresenta o nome da Diocese à qual pertence este brasão e a data de sua elevação.

Os metais e esmaltes utilizados também possuem significação. O ouro (dourado) nos recorda a realeza de Cristo e indica a excelência da caridade. A prata nos remete à pureza e santidade de Nossa Senhora e aponta o chamado à santidade de todos os fiéis católicos, além de lembrar o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. O azure (azul) é a cor comumente atribuída a Nossa Senhora e nos lembra a justiça, a piedade e a lealdade. O gules (vermelho), lembra o compromisso em socorrer os injustamente oprimidos, o fogo do Espírito Santo, o sangue dos mártires, em especial o mártir dos mártires, Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor, o ardor missionário e o serviço ao próximo. Por fim, o sínople (verde) nos lembra a esperança, a abundância e a liberdade, também lembra as verdes matas, tão características de todos os municípios que compõem esta Igreja particular.

A descrição completa dos elementos está disponível no site da Diocese de Vacaria.

Com informações da Pascom da Diocese de Vacaria