Notícias › 25/04/2022

Dom Adimir ordena dois diáconos permanentes na Diocese de Erexim

Em missa às 19h da última sexta-feira, semana de Páscoa, na igreja São Pedro, em Erechim, Dom Adimir Antonio Mazali ordenou diáconos permanentes os candidatos Fabrício Fernando Ferrari e Jandir Alberto Casagrande.

A missa foi concelebrada por 14 padres, com a participação de 8 diáconos permanentes, familiares e amigos dos ordenados, diversos ministros e ministras, com a orientação da cerimônia do Pe. Lucas Stein, Vice-reitor do Seminário e Santuário N. Sra. de Fátima.

No final da celebração foi lida e assinada ata da cerimônia. Após a mesma, houve jantar de confraternização no salão paroquial.

Reflexão do Bispo

Na homilia, na saudação inicial, Dom Adimir deu destaque às esposas e familiares dos dois ordenandos. Ressaltou aspectos das leituras e do evangelho, a instituição dos primeiros diáconos na Igreja e a dimensão do amor na vida cristã. Explicitou o lema de cada um. Fabrício, “Ai de mim se não pregar o Evangelho” (1Cor 9,16). Jandir, “Eis que venho, Senhor, com alegria faço a tua vontade” (Sl 40,8-9). Exortou a ambos a viverem o ministério a exemplo dos primeiros diáconos da Igreja e citou as funções próprias que lhes cabe exercer, com a força do Espírito Santo, ajudar o Bispo e o presbitério, proclamar o Evangelho, servir a comunhão eucarística, instruir o povo na sagrada doutrina, administrar o batismo, assistir e abençoar matrimônios, levar a comunhão aos agonizantes e oficiar as exéquias. Recomendou-lhes vida de oração profunda e intima com o Senhor, com eucaristia diária, a fim de que os frutos do seu ministério sejam reflexos de seu ser e seu falar de Cristo, a expressão do seu falar com Ele.

Os Candidatos

Fabrício Fernando Ferrari nasceu em Erechim, no dia 18 de maio de 1977. Segundo dos três filhos de Ary Ferrari e Neusa Picolli Ferrari. Casado com Sirlene Sandra Tormen tendo 1 filho, Felipe Tormen Ferrari.

Sempre pertenceu à comunidade da sede paroquial São Pedro, na qual recebeu todos os sacramentos. Cursou o ensino fundamental e médio no Colégio Estadual Professor Mantovani e eémecânico de automóveis.

Foi instituído ministro Leitor e Acólito em fevereiro de 2020. Atua em pastorais e conselhos da Paróquia. Atualmente é Coordenador do Grupo Executivo Diocesano do Movimento de Cursilho de Cristandade de Erechim. Fez o curso da Escola Diaconal São Lourenço de Bríndisi da Diocese de Erexim e da Arquidiocese de Passo Fundo, organizada pela Itepa Faculdades a convite do então pároco Padre Paulo Bernardi e Diácono Almeri Bornelli.

Seu lema de ordenação diaconal é: “Aí de mim se eu não Evangelizar” (1ª Cor 9,16).

Jandir Alberto Casagrande é natural de Ipumirim, SC, onde nasceu em 14 de janeiro de 1960 e foi batizado em 7 de março de 1960. Filho de Deolindo Casagrande e de Regina Bertuol Casagrande, ambos falecidos.

De 1973 a 1980 estudou no seminário da Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência em Farroupilha e em Porto Alegre. Cursou Licenciatura plena em Filosofia na Universidade de Caxias do Sul, e pós-graduação na área de gestão na Unoesc de Joaçaba, SC.

Casou com Vera Lúcia Araújo Casagrande, em 15 de março de 1986, em Nonoai, RS e é pai de 3 filhas. Aposentou-se como administrador do Banco do Brasil e atualmente é empresário da indústria de jogos pedagógicos.

Pertence à Paróquia São Pedro, onde foi instituído ministro leitor e acólito em fevereiro de 2020. Atua em diversas pastorais e no movimento de Cursilho de Cristandade. Também participa de comissões em nível diocesano.

De 2017 a 2019 fez o curso da Escola Diaconal São Lourenço de Bríndisi da Itepa Faculdades em preparação para o diaconato permanente.

Manifestações no final da celebração

 

– Otília Loss, pela comunidade e conselho comunitário: Deus agraciou a comunidade e a Diocese com o dom de dois novos diáconos permanentes. Ressaltou a participação de ambos na vida paroquial e características de cada um. Assegurou-lhes a acolhida como diáconos permanentes e a disposição de colaborar em seu ministério. Manifestou gratidão às esposas e familiares, destacando que é na família que nascem todas as vocações.

 

– Diácono Vicente Colla, da Paróquia São Caetano de Severiano de Almeida, pelos diáconos permanentes. Disse que a Diocese estava em festa pelo dom de dois novos diáconos. Destacou a missão característica do diácono permanente, o serviço da caridade. Manifestou acolhida fraterna e alegre dos dois na família diaconal e registrou os 16 anos de ordenação do Diácono Pascoal Pozza, da Catedral, justamente naquele dia e o jubileu de ouro de ministério do Diácono Natalino Parmegiani de Campinas do Sul.

– Diácono Fabrício Ferrari: agradeceu o apoio, a oração e o incentivo em sua caminhada de serviço na comunidade e de sua formação em vista da ordenação. Expressou disposição de transmitir o que recebeu e de estar pronto para ouvir e servir a todos.

– Diácono Jandir Casagrande: Expressou agradecimentos a diversas pessoas, ressaltando o Pe. Tranquilo Manfrói dos Pobres Servos da Divina Providência, trabalhando, atualmente, no Paraguai, com que fez o curso de filosofia no Seminário da Congregação, bem como o Pe. Tiago Wolmann, de Nonoai, onde ele viveu alguns anos. Lembrou com emoção os pais e os padrinhos de batismo, já falecidos. Observou que o difícil não é amar, mas doar-se e que deseja representar bem o Cristo servo no serviço da caridade.

Com informações da Diocese de Erexim