Notícias › 29/09/2020

Dom Adimir reúne padres com menos de dez anos de ordenação presbiteral

O Bispo iniciou os encontros de grupos de padres por tempo de ordenação presbiteral que anunciou na primeira reunião com todos eles, no dia 11 de agosto.

Nesta segunda-feira, 28 de setembro, em sua residência, Dom Adimir Mazali, bispo diocesano de Erexim, reuniu os padres ordenados nos últimos dez anos: Anderson Faenello, Pároco da Paróquia São Cristóvão, Erechim, e Vigário Judicial da Província Eclesiástica de Passo Fundo (ordenado padre dia 15/12/2012); Edegar Passaglia, Vigário Paroquial em Getúlio Vargas (ord. 15/12/2018); Felipe Filippini, Vigário Paroquial em Barão de Cotegipe (ord. 20/9/2019); Gilson Vanderlei Gomes Samuel, Pároco em Paulo Bento (ord. 29/12/2012); Giovani Momo, Assistente do Propedêutico e Coordenador Diocesano da Pastoral Vocacional (ord. 14/12/2013); Isalino Rodrigues, Pároco em Itatiba (ord. 21/02/2014); Jean Carlos Demboski, Pároco em Áurea (ord. 21/7/2018); Lucas André Stein, Vigário Paroquial na Paróquia da Salette, Três Vendas, Erechim ord. 21/12/2019); Maicon Malacarne, Pároco da Paróquia N. Sra. Aparecida, Bela Vista, Erechim (ord. 17/12/2011); e Tiago Costa, missionário saletino, do Santuário e Seminário da Salette, Marcelino Ramos (ord. 14/01/2017).

Depois da oração inicial, animada pelo Pe. Lucas Stein, Dom Adimir conduziu a reflexão sobre a participação no sacerdócio de Cristo, exercido na terra mas que está entre as coisas do céu. O grande desafio do padre é viver sua identidade sacerdotal 24 horas por dia, revigorando-se permanentemente pela eucaristia diária, pela oração dos salmos e pela Palavra de Deus na Liturgia das Horas, na proximidade com Deus e com o povo. Ressaltou também a importância da integração na vida diocesana, a corresponsabilidade com a implementação do Plano Diocesano da Ação Evangelizadora, o cuidado com a formação permanente, o olhar e a atenção para a realidade vocacional, o procedimento na administração paroquial e a disponibilidade para o serviço ao povo de forma integral.

Dom Adimir, que no Regional Sul 3 é referencial para a Pastoral Presbiteral, recordou seu princípio de trabalhar, deixar trabalhar e fazer trabalhar. Assegurou a todos sua disposição de proximidade e amizade com os padres. Que cada um se sinta muito livre em procurá-lo para o diálogo e também para a refeição e hospedagem em sua residência. Para ele, o padre deve sentir-se feliz, viver alegre mesmo em meio às dificuldades, estar bem humana e afetivamente, sendo realmente homem de Deus.

Ao meio-dia, todos participaram de um almoço preparado pelos padres da pastoral presbiteral, Dirceu Balestrin, Agostinho Dors, Alvise Follador e João Dirceu Nardino, e pela servidora da casa do Bispo, Ivete Antonia Krasuski.

Com informações da Diocese de Erexim