PELOTAS › 14/04/2020

Dom Jacinto consagra Arquidiocese à Nossa Senhora de Guadalupe

No domingo de Páscoa, o Arcebispo Metropolitano foi ao Santuário da Cascata consagrar a Arquidiocese de Pelotas à Nossa Senhora de Guadalupe. O prelado pediu a proteção da Padroeira ao povo nesse momento de pandemia.

Na oração diante do Quadro-Imagem, Dom Jacinto Bergmann pediu pelas crianças que gritam por vida plena e feliz, pelos jovens que sonham com a esperança segura e pacífica e pelos adultos que procuram caminhos certos e transformadores. O Arcebispo destacou ainda os atingidos pelo coronavírus, seus familiares e os profissionais de saúde – esses “heróis do cuidado da vida”.

Ao concluir, Dom Jacinto depositou junto ao Quadro-Imagem da Padroeira da Arquidiocese sua cruz peitoral. Essa insignia episcopal representou, segundo ele, o pedido de cuidado à Mãe por todo o povo, ao afirmar: “Ouso te pedir, querida Mãe de Guadalupe, que esta minha Cruz Peitoral, aqui depositada junto ao seu coração de mãe, seja sempre um sinal do seu cuidado de mãe a todos nós”.

A cerimônia ocorreu uma hora após a consagração da América Latina e o Caribe à Nossa Senhora de Guadalupe, direto no Santuário do México, promovido pelo Conselho Episcopal Latino Americano (CELAM). No Brasil, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) também repetiu a consagração à Nossa Senhora com transmissão por todas os canais de televisão católicos.

A oração de Consagração da Arquidiocese realizada por Dom Jacinto, no Santuário da Cascata foi transmitida ao vivo pela página da Arquidiocese no Facebook e pela Rádio Universidade.

Assista na íntegra a oração:

Íntegra do Ato de Consagração realizado pelo Arcebispo:

ATO DE CONSAGRAÇÃO DA ARQUIDIOCESE DE PELOTAS

À NOSSA SENHORA DE GUADALUPE

12 DE ABRIL DE 2020

(Invocação à Nossa Senhor de Guadalupe e a reza da Ave-Maria)

(Ato de Consagração pelo Arcebispo)

Ó, Nossa Senhora de Guadalupe!

Ó, nossa querida Mãe de Guadalupe!

Ó, nossa querida Mãe das Comunidades!

Tu sabes, querida Mãe de Guadalupe, que estamos vivendo a pandemia do novo coronavírus.

Aqui está, junto de ti, o teu filho, pastor da Igreja arquidiocesana de Pelotas.

Te peço, ó querida Mãe de Guadalupe: olha para todas as crianças de nossa Arquidiocese, especialmente, porém, para as crianças mais vulneráveis.

Te peço, ó querida Mãe de Guadalupe: olha para todos os jovens de nossa Arquidiocese, especialmente, porém, para os jovens mais fragilizados.

Te peço, ó querida Mãe de Guadalupe: olha para todos os adultos de nossa Arquidiocese, especialmente, porém, para as famílias pobres, os doentes e os idosos.

Sei que olhas com o coração de mãe para todos!

Assim, ó querida Mãe de Guadalupe, venho humilde e confiantemente ao teu coração de mãe, para consagrar todas as nossas crianças da Arquidiocese que gritam por uma vida plena e feliz.

Assim, ó querida Mãe de Guadalupe, venho humilde e confiantemente ao teu coração de mãe, para consagrar todos os nossos jovens da Arquidiocese que sonham com a esperança segura e pacífica.

Assim, ó querida Mãe de Guadalupe, venho humilde e confiantemente ao teu coração de mãe, para consagrar todos os nossos adultos da Arquidiocese que procuram caminhos certos e transformadores.

Assim, ó querida Mãe de Guadalupe, venho humilde e confiantemente ao teu coração de mãe, para consagrar especialmente os atingidos pelo coronavírus e seus familiares.

Assim, ó querida Mãe de Guadalupe, venho humilde e confiantemente ao teu coração de mãe, para consagrar especialmente os profissionais de saúde, esses “heróis do cuidado da vida”.

Assim, ó querida Mãe de Guadalupe, venho humilde e confiantemente ao teu coração de mãe, para consagrar os presbíteros, os diáconos, os religiosos, os leigos-agentes de pastoral e todo o povo de deus, para que saibamos, neste tempo de pandemia, da mesma forma como tu, querida Mãe de Guadalupe, colocar mais confiança no Deus da vida e da história; como tu e contigo, querida Mãe de Guadalupe, clamar sinceramente: “Faça-se em nós segundo a tua Palavra”.

Ó, Nossa Senhora de Guadalupe!

Ó, nossa querida Mãe de Guadalupe!

Ó, nossa querida Mãe das Comunidades!

Deposito aqui junto ao teu Quadro-imagem, neste nosso Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, uma minha Cruz Peitoral, carregada tantas vezes como Sucessor dos Apóstolos, como Pastor desta Igreja Arquidiocesana.

Ouso te pedir, querida Mãe de Guadalupe, que esta minha Cruz Peitoral, aqui depositada junto ao seu coração de mãe, seja sempre um sinal do seu cuidado de mãe a todos nós.

Fonte: Arquidiocese de Pelotas