WEBMAIL

Dom Leomar Brustolin toma posse como segundo arcebispo de Santa Maria

A data escolhida para a posse do novo arcebispo – Solenidade da Assunção da Virgem Maria, celebrou também o aniversário natalício de Dom Leomar e os 111 anos de criação da Diocese.

Foi o coração do Rio Grande do Sul – como é carinhosamente conhecida Santa Maria – que acolheu a tríplice celebração na manhã deste domingo, 15 de agosto. Em Santa Maria, Dom Leomar Antônio Brustolin tomou posse como arcebispo, sucedendo Dom Hélio Adelar Rubert e assumindo o pastoreio dos 26 municípios, 39 paróquias e 536 comunidades que formam a Arquidiocese.

Nomeado pelo Papa Francisco para Arcebispo de Santa Maria no dia 02 de junho, quando estava como bispo auxiliar de Porto Alegre, Dom Leomar tomou posse em uma celebração solene, prestigiada por caravanas de Porto Alegre, Caxias do Sul – de onde é natural -, de toda a Arquidiocese de Santa Maria. Também participaram dezenas de padres de todo o Estado e 21 arce/bispos.

Dom Hélio Rubert

A Solenidade de posse iniciou com o rito de entrega do báculo, que simboliza o pastoreio do arcebispo na arquidiocese. Dom Hélio Rubert, que agora se torna arcebispo emérito de Santa Maria, ofereceu o báculo a Dom Leomar e proferiu suas palavras de agradecimento.

Iniciou com a saudação a todos os presentes e louvou a Deus pelo seu sacerdócio, lembrando que no final deste ano completa 50 anos de padre. Dom Hélio, que sucedeu Dom José Ivo Lorscheiter por 17 anos no governo da Diocese e Arquidiocese, agradeceu especialmente a Nossa Senhora da Medianeira, ao clero e a povo de Deus pelo apoio recebido em todos estes anos.

Dirigindo-se ao novo arcebispo, expressou:

Desejo que sejas muito e feliz na missão de Arcebispo de Santa Maria. O senhor está nas mãos de Deus e de Nossa Senhora. Parabéns e muitas bênçãos, concluiu.

As palavras do novo arcebispo

Dom Leomar Brustolin iniciou sua homilia com a saudação a todos os bispos presentes, amigos, familiares, povo e clero de Porto Alegre e Santa Maria e todas as pessoas presentes na celebração e que acompanharam pelas redes sociais.

Estamos dispostos a colaborar com a sociedade para resgatar os valores que humanizam e trabalhar juntos por uma autêntica amizade social, afirmou o arcebispo no começo de sua fala.

Celebramos hoje a Solenidade da Assunção da Virgem Maria. No Evangelho de São Lucas, percebe-se como em Maria Deus escolhe e eleva os humildes ao mais alto grau. Nesta festa se concilia de forma perfeita o que poderia parecer paradoxal, a humildade e o triunfo, a modéstia e a elevação, a pequenez e a grandeza. Assim Maria nos educa para sermos humildes servidores do Senhor, apontou o arcebispo.

Neste 15 de agosto também celebramos os 111 anos da criação da Diocese de Santa Maria. O Santo Padre Francisco olhou para a porção do povo de Deus e me designou para exercer aqui o múnus episcopal. Este chão é marcado por etnias diferentes, encontro de culturas, universitários, militares, trabalhadores e tantas atividades. Eu aqui vim para servir em nome de Jesus, acolho todas as alegrias e esperanças e recolho em prece todas as preocupações e tristezas desta região, destacou dom Leomar, lembrando também a tragédia da Boate Kiss, em janeiro de 2013.

Para o seu pastoreio na Arquidiocese, em comunhão com o clero e com o Povo de Deus, ele afirmou que neste caminho será preciso fortalecer o testemunho, a comunhão e o serviço e seguiu realçando que precisamos não somente comungar, mas nos tornarmos seres eucarísticos.

Governar para o cristão só pode ser compreendido como serviço. Servir é o verbo mais eloqüente para traduzir a vida de Jesus que passou por este mundo fazendo o bem. Ele serviu sem reservas a ponto de ser crucificado para realizar o maior serviço de todos: salvar a humanidade. Por isso, queremos ser uma Igreja samaritana, capaz de ver os caídos a beira do caminho, sem se desviar deles, sem desculpas ou justificativas. De minha parte assumo pessoalmente o que escreveu São Jerônimo “A glória do bispo é ajudar as necessidades dos pobres”.

Dom Leomar conclui sua homilia pedindo a intercessão de Santa Maria e se dirigindo ao clero e ao povo de Santa Maria: Enfrentemos juntos os dias luminosos e as noites escuras que virão. Juntos seremos felizes pois caminharemos unidos, sinodalmente, nas estradas do Senhor. Aqui estou povo de Deus da Arquidiocese de Santa Maria, sou cristão convosco e para vós eu sou o vosso bispo.

Saudações e Pronunciamentos

Já ao final da celebração, Dom Leomar acolheu os pronunciamentos de boas vindas: do Pe. Cristano Quatrin, pelos presbíteros da arquidiocese; do Pe. Salvador Barbosa e da Ir. Nilvete Gomes, pela vida religiosa consagrada; da Sra. Elisete Vianna, pelo laicato arquidiocesano; da Ir. Iraní Rupolo, reitora da Universidade Franciscana, pela Educação; do General Hertz Pires do Nascimento, pelo Contingente Militar; do Sr. Jorge Pozzobon, prefeito municipal e, por fim, de Dom José Gislon, presidente do Regional Sul 3 da CNBB.

Em nome dos presbíteros, Pe. Cristiano Quatrin, expressou: “Temos a imensa alegria de estarmos participando deste momento especial de nossa Igreja Particular, momento de muitas expectativas e esperanças de um novo tempo que se inicia”. Agradeceu e saudou Dom Hélio pelo seu pastoreio e seguiu se dirigindo a Dom Leomar: “Nós, presbíteros e diáconos, contamos com seu ardor e entusiasmo, sua juventude e vigor, sua inteligência e preparo”.

Apresentando o objetivo das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, disse: “percebemos que temos muitos desafios em nossa Igreja Particular e por isso contamos com sua presença, amizade e participação, para que juntos possamos vencer esses desafios e assim possamos desenvolver com alegria nossa missão nesta terra santa. Da mesma forma que contamos com o senhor, conte também com a amizade e presença de seus irmãos padres e diáconos”, concluiu.

Dom José Gislon, bispo de Caxias do Sul e presidente do Regional Sul 3, saudou o novo arcebispo e destacou: “O nosso Regional Sul 3 da CNBB agradece a Deus, ao Papa e ao Núncio Apostólico no Brasil por tua nomeação, por assim poderes continuar conosco, colocando tua sabedoria e teus dons a serviço da Igreja que está no Rio Grande do Sul”.

“Conte com nossas orações, apoio e fraterna estima. Que Nossa Senhora Medianeira de todas as graças interceda junto ao Senhor Jesus por tua vida e por teu ministério. Pela vida, vocação e missão de cada um de nós, para que saibamos escutar o Senhor que nos fala através da Sua Palavra no silêncio e nos acontecimentos da nossa vida, como Povo de Deus a caminho da casa do Pai”, finalizou Dom José.

Assista a celebração completa aqui e confira a galeria de imagens clicando aqui.