WEBMAIL

Domingo de Ramos: Igreja vivencia a Semana Santa

Celebração de Ramos dá início às celebrações de Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo

Retratando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, montado em um jumentinho e aclamado pelo povo como rei, o Domingo de Ramos, celebrado neste domingo, 14, dá início a Semana Santa e introduz os católicos em momentos de reflexão e celebração do tríduo pascal: paixão, morte e ressurreição de Cristo. Em Passo Fundo, na Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, os fiéis se reuniram durante a manhã em frente à paróquia para celebrar a data através da Procissão de Ramos.

Além da Procissão, a celebração, que foi presidida pelo arcebispo dom Rodolfo Weber e acompanhada pelo pároco da Catedral, padre Ari Reis, envolveu a comunidade na narrativa sobre a Paixão de Cristo. Dom Rodolfo, em sua fala, destacou que a liturgia do Domingo de Ramos é essencial para fortalecer a fé cristã. “Todos os textos foram escritos, desenvolvidos e pensados para suscitar e confirmar a fé e, também, para compreender com mais profundidade quem é esse Cristo e compreender, ainda, o modo como Deus se aproxima de nós”, iniciou.

O arcebispo acrescentou, ainda, que as celebrações desta semana não devem ser vistas simplesmente como história. “É um fato histórico. São acontecimentos verdadeiros, mas não lemos esses textos apenas para matar a curiosidade. A Semana Santa nos convida a nos tornarmos discípulos do Senhor. Viver a Semana Santa é seguir os passos de Cristo e o modo mais adequado de vivenciarmos esta época é caminharmos com Jesus, nos passos da paixão e da morte, para experimentarmos a sua graça, a sua vida e a sua ressurreição através do amor e doação. Portanto, não é uma semana de estudos e explicações, mas de caminhar com Cristo”, concluiu.

Programação
Na Quinta-feira Santa, dia 18, às 9h, a Catedral recebe o Clero da Arquidiocese e a comunidade para a Bênção dos Santos Óleos – a celebração, que recorda a unidade da Igreja, é o momento onde ocorre a benção dos óleos que são usados durante o ano para as cerimônias de Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos das 53 paróquias que integram a Arquidiocese. Também na quinta-feira, às 20h, acontece a missa da Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio, com o rito do Lava-Pés. Depois da missa, a juventude da Catedral realiza a Adoração ao Santíssimo. Na sexta-feira, 19, às 9h acontece a Bênção das Ervas Medicinais; às 10h30 a Via Sacra da Catequese; às 15h a Liturgia da Paixão e Morte com a Procissão do Senhor Morto, por volta das 16h, ao redor da Praça Marechal Floriano. No sábado, dia 20, às 19h a comunidade vai celebrar a Vigília Pascal com a bênção do fogo e da água. No domingo, as missas acontecem às 7h30, às 9h, às 10h30, às 18h e às 20h.

Fonte: Sammara Garbelotto – Assessoria de Comunicação