Notícias › 28/08/2019

Em reunião dos padres, Dom José abençoa o Lar Sacerdotal da Diocese de Erexim

Dom José Gislon, Administrador Apostólico da Diocese de Erexim, presidiu sua última reunião com os padres e os dois diáconos a serem ordenados presbíteros em breve, no Centro de Pastoral, nesta terça-feira, 27, dia de Santa Mônica, mãe de Santo Agostinho. A reunião tratou do regimento do Lar Sacerdotal e teve a bênção do mesmo; analisou demonstrativo econômico de janeiro a julho deste ano e das principais ações administrativas e econômicas do período de 2013 a 2018; normas de conduta de prevenção a abusos sexuais; Assembleia Diocesana; Romaria de N. Sra. da Santa Cruz, da Salette e de Fátima e teve diversas comunicações.

Lar Sacerdotal

Parte do Seminário de Fátima foi adaptada para ser local de acolhida de padres idosos ou em tratamento de saúde, chamada Lar Sacerdotal. Dispõe de 5 quartos, capela, sala multiuso, cozinha, refeitório, enfermaria, sala de exercícios físicos e solário.

Sob a coordenação da equipe de Pastoral Presbiteral, os padres analisaram e aprovaram o regimento interno do Lar com cláusulas a respeito de sua finalidade, administração, atendimento, participação nas atividades do Santuário, providências a serem tomadas pelos padres que nele passarem a residir.

No final da manhã, Dom José e os padres dirigiram-se ao Lar para a sua bênção. Na motivação para a breve celebração, Dom José ressaltou que se tratava de um espaço fruto da participação dos padres e da Diocese que garantirá a tranquilidade a todos em relação à velhice e/ou doença. Espaço também para a sensibilidade com o irmão. Desejou que nunca falte a proximidade com quem precisar de cuidado diferenciado, numa expressão concreta da comunhão presbiteral. Após a oração, expressou comovido agradecimento aos arquitetos Rose Hackmann e Cássio Kurzel, à equipe da Pastoral Presbiteral e a todos os padres. Testemunhou que partirá para sua nova missão com o coração agradecido por ver realizado este projeto, que julgava indispensável por sua experiência de cuidar dos coirmãos capuchinhos idosos ou doentes que retornavam da missão e não tinham onde ficar.

Demonstrativo econômico deste ano e do período 2013-2018

Ildo Benincá, ecônomo da Diocese, apresentou relatório econômico de janeiro a julho deste ano em relação ao dízimo, à Cúria Diocesana, aos Seminários, à Pastoral Vocacional. Em todos os itens, verifica-se o equilíbrio entre o projetado e o executado.

Expôs também demonstrativo das principais ações administrativas e econômicas do período de 2013 a 2018, correspondente ao tempo de Dom José na Diocese de Erexim. Entre outras realizações, relatou as sete etapas do projeto de revitalização do Santuário e sua esplanada, com a construção da Capela da Reconciliação; a aquisição da casa em Passo Fundo e sua ampliação para servir de Seminário Maior São José; a aquisição da casa das irmãs vicentinas em Barão de Cotegipe para ser o Seminário Menor Bom Pastor; a adaptação de parte do Seminário de Fátima para o Lar Sacerdotal, praticamente concluída; a reforma de uma das casas perto do Salão de Eventos do Seminário para servir de sede da Cáritas a ser inaugurada no próximo domingo; aquisição de terrenos em loteamentos para sede de futuras comunidades. Expôs também relação de outros investimentos e substituição de veículos. Ainda há prestações a saldar do projeto de revitalização do Santuário e uma parcela da aquisição da casa das irmãs em Barão de Cotegipe, mas suportáveis pela Diocese. No período mencionado, na Diocese, houve a regularização e legalização de 87 obras novas, 21 demolições, 11 terrenos recebidos em doação ou adquiridos, 14 regularizações de terrenos, com fusão ou inserção de medidas e há 38 obras em andamento. Ao concluir sua exposição, Ildo, com visível emoção, agradeceu a Dom José pela convivência que pode ter com ele nesse tempo em que esteve à frente da Diocese. Destacou sua liderança, seu jeito de fazer e de orientar que tudo seja bem feito, sua visão de futuro e seu dinamismo. Desejou que Deus o acompanhe em sua nova missão.

Por sua vez, Dom José agradeceu ao senhor Ildo por todo tempo em que atua na Diocese com amor à Igreja, clareza jurídica e atualização constante, pelo que é solicitado a assessorar outras dioceses e diversas congregações religiosas.

Normas de conduta de prevenção a abusos sexuais

A partir de documento do Papa Francisco com o título “Como uma Mãe Amorosa”, que exige dos bispos diocesanos uma ação de responsabilidade diante de seus padres e diáconos na prevenção de abuso de menores ou adultos vulneráveis, Dom José entregou a cada um duas cópias de carta na qual apresenta orientações comuns elaboradas pelos Bispos do Regional Sul 3 da CNBB, urgindo postura de acordo com os princípios do Evangelho em relação ao assunto. Entregou a todos também dois subsídios, um da CNBB, intitulado “O cuidado pastoral das vítimas de abuso sexual”, que recebeu a aprovação da Congregação para a Doutrina da Fé, organismo de assessoria ao Papa. O outro subsídio é da Diocese de São João da Boa Vista, SP, com o título “Protocolo para a proteção de menores e adultos em situação de vulnerabilidade”, com diversos documentos recentes do Papa Bento XVI e Francisco. Depois de lida a carta, solicitou que cada padre assinasse e devolvesse uma cópia da mesma.

Palavras finais de Dom José

Ao encerrar a reunião, o Administrador Apostólico observou que a Diocese não apresenta maiores problemas. Destacou que teve por princípio manter o diálogo com as instituições públicas, com todas as realidades à luz do Evangelho. Comovido, disse que agradece a Deus pelo tempo que esteve à frente da Diocese e que sempre se sentiu em casa aqui. Empenhou-se por inteiro no seu ministério episcopal ajudando o povo no que pôde. Procurou ter cuidado especial com os padres e a formação dos seminaristas. Assegurou que não guarda mágoas, como é seu princípio. Exortou a todos a amar a realidade desta Diocese, a valorizar a vida e o ministério que exercem. Pedindo a proteção da Virgem Maria, invocou a bênção sobre os presentes.