Notícias › 21/03/2022

Erexim: Entre Rios do Sul realiza 19ª Romaria das Águas

A convite do Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Entre Rios do Sul, Dom Adimir Antonio Mazali presidiu a 19ª Romaria das Águas neste domingo naquela cidade. Concelebraram a cerimônia o próprio Pároco, Pe. Antonio Miro Serraglio e o Pe. Leonardo Fávero, Vigário Paroquial da Paróquia São Cristóvão de Erechim.

A Romaria começou com a procissão com a imagem de Nossa Senhora de Fátima em um barco acompanhado de vários outros pelo lago da Usina Hidrelétrica do Rio Passo Fundo e depois do lago até o local da missa.

A celebração teve a participação do coral “Colle del Fiori” de São Valentim.

No início da homilia, Dom Adimir convidou a todos (as) a fazer grande ação de graças pelo dom precioso das águas que geram vida e fortalecem no caminho do bem. Seguiu lembrando que no espírito do período quaresmal que chama a refletir o tema da conversão, a liturgia vai orientando para a renovação do batismo a partir de um processo de mudança de vida como resposta ao projeto de Deus que é paciente e misericordioso para com todos. Fez síntese das leituras do dia, terceiro domingo da quaresma. A primeira, o chamado de Deus a Moisés para libertar o seu povo da terra da servidão e conduzi-lo a uma terra fecunda e abundante, mostrando que Deus é sempre contrário a todas as injustiças e forma de sofrimento de seu povo e está do lado dos pequenos e sofredores. A segunda leitura convida a todos a mergulhar no interior de si mesmos para fazer uma profunda revisão de pensamentos e atitudes. Destaca o que de mais importante deve aparecer em nossa vida, ou seja, a pureza de nosso coração e o esforço por viver de acordo com os valores do Reino de Deus. O Evangelho aprofunda o tema da conversão com uma proposta radical de mudança, ou seja, uma mudança de nossas atitudes, de nosso modo de pensar, de nosso modo de viver e de reencontrar nossa vida, caso tenhamos mudado o rumo que nos conduz aos verdadeiros valores e princípios próprios do Reino de Deus. Lembrou a Campanha da Fraternidade que trata da educação, que inicia na família, se prolonga na escola, no trabalho e na sociedade e unidas estas realidades, formam pessoas humanas capazes de transformar as realidades marcadas pelas diferenças, pelos conflitos e tantas outras dificuldades, em uma realidade onde a pessoa se torna sempre mais valorizada, respeitada como imagem e semelhança de Deus. Falou também da importância da água para a vida em todas as suas manifestações e convidou a confiar as famílias à Sagrada Família de Nazaré, particularmente a São José, cuja solenidade havia transcorrido na véspera, invocando também a intercessão de N. Sra. e dos santos e santas padroeiros das comunidades.

Com informações da Diocese de Erexim