Notícias › 25/10/2021

Missa marca despedida de Dom Adelar e abertura do sínodo em Cruz Alta

Uma missa festiva, celebrada no domingo, 24/10, Dia Mundial das Missões, marcou a abertura do Sínodo na Diocese de Cruz Alta, os 190 anos da Paróquia Divino Espírito Santo – Catedral Diocesana e, de forma especial, a despedida de Dom Adelar Baruffi. Esta foi a última missa celebrada por ele antes de sua posse como Arcebispo de Cascavel, em 31 de outubro.

A celebração contou com a presença de padres da Diocesee foi aberta ao público, respeitando o distanciamento social e as orientações de saúde.

Em sua homilia, Dom Adelar falou sobre a importância da participação no Sínodo, que traz o tema: Por uma Igreja sinodal, e lembrou que “Sínodo Eclesial significa o povo de Deus com/ e pelo caminho.Sinodalidade – O específico modo de viver do povo de Deus”, explicou.

No dia 17/10 Papa Francisco iniciou o caminho sinodal em três fases:Diocesano, Continental e Universal. Este caminho terá suporte maior em 2023 e todos devem participar.

“Temos questões a resolver. Temos que dar a nossa resposta. O Papa não precisa disso, mas ele quer assim.O caminho de Sinodaliedade é o caminho que Deus espera da Igreja. Este caminho proposto pelo Papa é único. Não existe e nunca existiu outro. Antes era diferente. Agora, todos podem dar sua palavra e, após03 anos, em 2023, o resultado será escrito pelo Papa”, comentou.

Sobre sua despedida da Diocese de Cruz Alta, Dom Adelar reforçou as palavras do dia de sua nomeação, destacando que acolheu o pedido do núncio apostólico e irá para Cascavel, onde toma posse como Arcebispo no próximo domingo, 31, levando boas lembranças do povo da Diocese de Cruz Alta e com o coração cheio de esperança. “No coração bate o sentimento de perda e de esperança.Perda por deixar para trás o grande bem precioso que sempre temos conosco, que são as pessoas. Vou para Cascavel, mas cada um de vocês vai junto; e levo esperança neste novo caminho, de uma nova missão, um novo olhar para a vida.Tudo na vida é um novo começo. Um novo tempo. Deixa-se algum lugar para começar algo diferente, algo novo, cheio de desafios. Um novo tempo, uma nova oportunidade. A todos, muito obrigado”.

Ao final da missa, representações da Diocese, movimentos e pastorais prestaram homenagens a Dom Adelar. Ao meio dia, um almoço de confraternização foi servido no salão paroquial da Catedral, onde mais homenagens foram prestadas.

Com informações da Diocese de Cruz Alta