Artigos, Bispos › 13/05/2021

Oração pela Unidade dos Cristãos

Na semana de 16 até 23 de maio deste ano, somos todos convidados a orar pela Unidade dos Cristãos. O tema desta semana é a palavra de Jesus: “Permanecei no meu amor e dareis muito fruto” (Jo 15, 5-9).

Acreditamos na palavra de Jesus, pois a raiz da comunhão e da unidade é o seu amor que nos leva a superar todos os preconceitos e diferenças. As pessoas de outras confissões possuem suas tradições e histórias de fé e são nossas irmãs. Se houver diálogo, respeito e solidariedade nas obras do bem, as divisões e preconceitos vão caindo.

O Concílio Vaticano II nos ensinou que a oração é a alma de todo o movimento ecumênico (cf. UR, nº 8). É o caminho para realizar o sonho de Jesus que na Última Ceia orou pelos seus, “para que todos sejam um” (Jo 17, 21). Foi o seu testamento. Desse testamento de Jesus percebemos que a unidade é um dom, é uma graça a ser pedida pela oração de todos. É dom do Espírito Santo que alcançamos como fruto da oração constante.

Uma pergunta pode nos inquietar: Será que rezamos pela unidade? Quando e com que frequência oramos pela unidade em nossas celebrações? Seria interessante fazer uma pesquisa em nossas igrejas, templos e mídia para verificar se aparecem intenções nesse sentido. No entanto, sabemos que é vontade de Jesus nossa oração pela unidade. A cura das nossas divisões, que iniciam em nossos corações, nas famílias, na sociedade e entre os cristãos, começa pelo suplicar a Deus pela paz, pela reconciliação e pela unidade.

Sabemos que nossa oração produz fruto se for acompanhada por atitudes de amor, de respeito e de solidariedade com todos. Isto começa no coração, ao redor e com os que são, pensam e agem diferente. O mundo não acreditará em nossas belas ideias, mas no testemunho de nosso amor que nos une e nos aproxima de todos. Rezemos construindo unidade e crendo na força da oração em nome de Jesus. A oração evita a fofoca e a divisão, perdoa, une, dá força para superar os conflitos e amar a todos.

Oremos no Espírito Santo pela unidade de todos os Cristãos: “Que todos sejam um, como tu, Pai, estás em mim, e eu em ti. Que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes dei a glória que tu me deste, para que eles sejam um, como nós somos um: eu neles, e tu em mim, para que sejam perfeitamente unidos e o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste como amaste a mim” (Jo 17, 21-23).

Parabéns, Santa Maria, pelos seus 163 anos de emancipação dia 17 de maio 2021!

Dom Hélio Adelar Rubert – Arcebispo de Santa Maria