Notícias, SANTA MARIA › 03/11/2022

Orquestra Sinfônica de Santa Maria realiza apresentação inédita na Basílica da Medianeira

Concerto para Maria será uma das atrações disponibilizadas à comunidade e aos romeiros pela organização da Romaria. A apresentação integra a programação artístico-cultural e acontece no sábado, 5 de novembro, às 20 horas. Esta exibição traz dois pontos inéditos para o público, será a primeira vez que a Orquestra Sinfônica de Santa Maria se apresenta no  Altar Monumento e o repertório inédito, com uma combinação de músicas sacras e cânticos marianos, ensaiados exclusivamente para este momento.O espetáculo que, além da música, busca agregar ainda mais significado aos momentos de oração, terá seu elenco composto pelos musicistas da Orquestra e contará com a participação das solistas convidadas – Rosimari Oliveira e Juliana Pires.

A Orquestra Sinfônica

A Orquestra Sinfônica de Santa Maria é uma orquestra escola vinculada à Pró-Reitoria de Extensão (PRE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e desenvolve atividades de ensino e extensão acadêmica, em parceria com os Cursos de Música da instituição. A Associação Cultural Orquestra Sinfônica de Santa Maria apoia e realiza inserções didáticas em comunidades da região central do Estado.

As vozes do Concerto

A soprano Rosimari Oliveira, Pós- Graduada em Performance Ópera pelo Conservatório Liceu de Barcelona/Es, Bacharel em Canto pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) sob orientação do Professor Dr. Roberto Henrique Fernandes de Oliveira, tem se destacado em concertos na capital e interior do estado do Rio Grande do Sul como solista convidada com as orquestras SESI/FUNDARTE, UNISINOS, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra Sinfônica de Santa Maria, Orquestra do Theatro São Pedro/RS e Orquestra Sinfônica do Paraná. Em 2003 realizou seu debut na ópera com Carmen de Bizet no papel de Frasquita, concedido pela presidente do júri do concurso Aldo Baldin, a mezzosoprano italiana Fiorenza Cossotto em Florianópolis/SC.

No Brasil, atua como professora de Canto nas Faculdades EST/Sao Leopoldo, canto e Técnica Vocal do Curso Básico em Música da Fundação Municipal de Arte de Montenegro-RS/BR (FUNDARTE) desde 2012 é preparadora vocal do coro da ADUFRGS em POA/RS.

Juliana Pires, é cantora (soprano leggero), maestrina e professora de canto dos Coros infanto- juvenis Illumina, Magnificat e Astra Dei. Juliana atua com Matheus Lopes em eventos sociais e também nos Coros das escolas. Se apresentou com o pai, o músico Beto Pires, desde os 9 anos de idade como cantora. É professora de canto lírico e popular, piano e inglês há 10 anos. Recentemente, participou do Concurso Vem Cantar com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria e conquistou o primeiro lugar pela banca da OSSM na categoria avançada. Atualmente, segue ministrando aulas de música e está cursando Letras Português/inglês na Universidade Franciscana (UFN).

Conheça o repertório do Concerto que será apresentado no Altar Monumento:

1)      Edvard Grieg – Holberg Suite: Preludio

2)      Cesar Franck – Panis Angelicus

3)      Johann Sebastian Bach – Jesus Alegria dos Homens

4)      Johann Sebastian Bach – Aria da 4a Corda

5)      Franz Schubert – Ave Maria

6)      Marco Frisina – Anima Christi

7)      Andrew LLoyd Webber -Pie Jesu

8)      Pe. José Mauricio – Abertura em Ré

9)      Wolfgang Amadeus Mozart – Ave Verum

10)  Pietro Mascagni – Ave Maria

11)  Charles Gounod – Ave Maria

12)  John Newton – Amazing Grace

13)  Pe. Zezinho – Maria de Nazaré

14)  Braga e Navarro – Sobe a Jerusalém

15)  Pe. Zanchi – Medianeira para Todas as Graças

16)  Pe. Barros – Maria Mãe Medianeira

17)  Georg Friedrich Handel – Hallellujah

18)  Renato Teixeira – Romaria

No repertório preparado para esta apresentação inédita, parte dos arranjos foram especialmente elaborados por Dilber Alonso e Lucas Formulo. O maestro é João Batista Sartor (Tita Sartor) que também é o diretor artístico da Orquestra Sinfônica de Santa Maria.

Todas as atividades da Romaria são gratuitas e abertas ao público. A organização solicita que o público leve sua cadeira de praia para acomodar-se no Parque da Medianeira e apreciar toda a programação disponível. Todos os espaços buscam atender a máxima que acolher também é evangelizar.

A realização do Concerto para Maria só é possível graças à união de esforços da Arquidiocese, Prefeitura e Universidade Federal de Santa Maria.

Com informações da Arquidiocese de Santa Maria