Notícias › 31/08/2021

Pastoral da Saúde reúne referenciais diocesanos em encontro online

A Pastoral da Saúde do Regional Sul 3 realizou na noite desta segunda-feira (30), um encontro virtual com os referenciais da pastoral em cada arqui/diocese do Estado. O encontro foi motivado especialmente pela partilha da pesquisa realizada em cada local, referente às ações e planejamentos da Pastoral da Saúde.

Nos relatos sobre as atividades promovidas, as arqui/dioceses apontaram diversas ações, com ênfase naquelas desenvolvidas em virtude da pandemia: acompanhamento a familiares de pessoas adoecidas, esclarecimentos sobre a necessidade do uso de máscara e álcool gel e campanhas de conscientização em favor da vacinação.

Entretanto, mesmo apesar da pandemia, a pastoral não parou com suas ações costumeiras, de modo que os participantes apontaram também a participação em conselhos e audiências públicas da saúde, a integração com outras pastorais sociais para o atendimento aos necessitados com doações de roupas, alimentos, produtos de higiene e cobertores. No que diz respeito a articulação da pastoral, ocorreu em todo o Estado a realização de seminários e encontros online para a formação e capacitação de lideranças.

Na reunião, participaram cerca de 20 agentes da Pastoral da Saúde, entre eles Dom Cleonir Dalbosco, bispo diocesano de Bagé e referencial para a Pastoral no Regional Sul 3. Na ocasião, ele agradeceu pela ação desenvolvida em cada arqui/diocese e ressaltou que há muitas ações acontecendo nas bases das comunidades e paróquias para apoio às pessoas neste momento tão difícil. Em sua fala, Dom Cleonir ressaltou ainda a importância de seguir incentivando a vacinação em todos os locais.

A Secretária Executiva da CNBB Sul 3, Sandra Zambon, apontou que a partilha das ações lembra o próprio Jesus: “Eu vim para que todos tenham vida” e agradeceu o empenho dos agentes que promovem a pastoral em cada realidade:

Lembramos as vidas que se foram e as vidas dos agentes da pastoral da saúde dispostos a cuidar de tantas outras vidas. É um testemunho muito especial de promoção e cuidado que a pastoral da saúde nos oferece. É importante estarmos a caminho e o conjunto da pastoral sempre nos fortalece, concluiu Sandra.

A coordenadora da Pastoral da Saúde no Estado, Ir. Elise Sehnem, também avaliou o encontro de forma muito positiva e expressou seu agradecimento:

Esta reunião online foi a expressão da importância da Pastoral da Saúde em nossa Igreja, a serviço do povo. Nossos coordenadores/as mostraram seu amor e sua responsabilidade pela causa, criando formas de tornar presente o cuidado da vida e da saúde e se reinventando quando foi preciso

Deus seja louvado e nossos agentes da Pastoral da Saúde reconhecidos pela causa do Reino abraçada, completa Ir. Elise.

Luzes para a continuidade

Outro ponto de destaque na pauta do encontro foi o apontamento de luzes para a continuidade da pastoral no Rio Grande do Sul e em cada arqui/diocese.

Entre os indicativos elencados na pesquisa, apareceram a necessidade de intensificar a formação para agentes, especialmente jovens; o incentivo de ações articuladas com outras pastorais; a inserção nos espaços de construção e garantia de políticas publicas, como conselhos municipais da saúde; a promoção de cursos de capacitação sobre ervas medicinais; e a urgência em potencializar o uso das redes sociais para formação e articulação da pastoral.

CNBB Sul 3