Notícias › 08/02/2022

Posse de Dom João Salm será dia 27 de março

No dia 19 de janeiro a Diocese de Novo Hamburgo recebeu com alegria a nomeação de seu novo bispo diocesano: Dom João Francisco Salm. O novo bispo sucede Dom Zeno Hastenteufel, que ainda em 2021 enviou ao Vaticano sua carta de renúncia, por ter completado seus 75 anos.

Para marcar o inicío de seu ministério episcopal na Diocese, Dom João Francisco tomará posse em celebração canônica no domingo, 27 de março, às 15h.

Trajetória

Dom João Francisco Salm nasceu no dia 11 de outubro de 1952, em São Pedro de Alcântara, então município de São José (SC). Fez os estudos primários em sua terra natal, completando-os no pré-seminário de Antônio Carlos (SC), onde ingressou com a idade de 12 anos, em fevereiro de 1965.

De 1967 a 1972 fez os estudos ginasiais e o segundo grau no seminário menor metropolitano Nossa Senhora de Lourdes, em Azambuja, Brusque (SC). De 1973 a 1975, frequentou a primeira turma do curso superior de Estudos Sociais, em cuja grade curricular constavam todas as disciplinas da Filosofia, na recém-criada Fundação Educacional de Brusque, FEBE, hoje UNIFEBE.  De 1976 a 1979, fez o curso de Teologia no Instituto Teológico de Santa Catarina (ITESC), em Florianópolis, SC.

Foi ordenado diácono em 13 de maio de 1979, em Camboriú (SC), e presbítero em 30 de junho de 1979, no Santuário de Azambuja, Brusque (SC), por dom Afonso Niehues.

De janeiro de 1980 ao final de 1983, exerceu o ministério de professor e orientador dos alunos do seminário menor metropolitano de Azambuja. Em janeiro de 1984, foi nomeado reitor do Santuário Episcopal Nossa Senhora de Azambuja e reitor do seminário menor metropolitano Nossa Senhora de Lourdes, em Azambuja, Brusque. Em março do mesmo ano foi nomeado administrador paroquial da paróquia de Santa Catarina, em Dom Joaquim, Brusque. Exerceu esses cargos em Azambuja e em Dom Joaquim até o final de 1991.

De janeiro de 1992 ao final de 2008 exerceu o ministério de reitor do Seminário de Teologia e coordenador arquidiocesano da Pastoral Vocacional da arquidiocese de Florianópolis. De junho de 1992 até 1996, foi juiz do Tribunal Eclesiástico Regional de Florianópolis. Durante o ano de 2006 e no segundo semestre de 2008, foi coordenador arquidiocesano de pastoral da arquidiocese de Florianópolis. De janeiro de 2009 ao final de 2011, foi pároco da paróquia de Santa Teresinha, em Brusque.

De março a novembro de 2011, foi administrador arquidiocesano da arquidiocese de Florianópolis. De novembro de 2011 até sua nomeação como bispo da diocese de Tubarão, foi ecônomo arquidiocesano e coordenador da Cúria Metropolitana da arquidiocese de Florianópolis. Foi membro, por diversos períodos, do Conselho Presbiteral da arquidiocese de Florianópolis, como representante dos seminários da mesma arquidiocese.

Foi nomeado, pelo Papa Bento XVI, bispo da diocese de Tubarão (SC), no dia 26 de setembro de 2012 e recebeu a ordenação episcopal em 24 de novembro do mesmo ano, na catedral diocesana Nossa Senhora da Piedade, em Tubarão. Dom Salm preside a Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).