Artigos, Bispos › 24/07/2020

Recordação e valorização dos avós e dos motoristas

Queridos irmãos e irmãs. Mais uma vez queremos chegar até vocês por este canal. Nosso carinho e nossa saudação a todos e todas.

Particularmente, neste final de semana, queremos lembrar de pessoas muito especiais. Ao celebrarmos neste dia 25 a festa de São Cristóvão, que na sua história significa “aquele que carrega Cristo”, trazemos presente os nossos motoristas dos quais ele é protetor. Muitos são os que ganham a vida e sustentam suas famílias com o trabalho como motoristas, sejam os taxistas, os caminhoneiros, os motoristas de ônibus e tantos outros. Que São Cristóvão os proteja pelas ruas e estradas e, com prudência, todos possam ir e voltar sempre com segurança em seus afazeres.

Outro grupo que queremos lembrar são os avós que ao recordarmos São Joaquim e Santa Ana, pais de Nossa Senhora, também os consideramos padroeiros dos mesmos, por serem avós de Jesus. Que o respeito e a valorização destas pessoas tão queridas para todos sejam um compromisso cristão e acima de tudo humano, pois representam a experiência e maturidade de vida com uma bela história de cuidados para com todos nós. Aos avós vivos, nossos parabéns; aos já falecidos, nossa oração em favor de todos.

Esta motivação de valorização de nossos motoristas e de nossos avós nos remete à mensagem do Evangelho deste final de semana onde Jesus continua nos falando do Reino em parábolas e o compara a uma campo que possui um tesouro ou a uma pedra preciosa. Quem os descobre, vende tudo para possuir o campo ou a pedra preciosa. Desta maneira, nos convida a redescobrir e a optar de forma decisiva por aquilo que realmente vale a pena, ou seja, pelos valores mais altos que é o Reino. Reino este feito de bons relacionamentos e de reconhecimento da vida como valor maior.

Mas se mesmo assim existe dificuldade de compreender esta realidade e questionamos a existência do mal, recordamos que o Evangelho fala ainda do Reino como o lançar as redes ao mar e aonde vêm peixes bons e ruins. Deus não quer a morte, mas sabe esperar o tempo para o amadurecimento das opções e da compreensão para que aconteça o verdadeiro comprometimento com os valores do Reino por Ele proposto.

Que São Cristóvão, São Joaquim e Santa Ana intercedam por todos nós!

Deus os abençoe.

Dom Adimir Antonio Mazali – Bispo Diocesano de Erexim