Notícias › 01/07/2019

Reunião do Conselho de Pastoral da Diocese de Erexim no contexto da Assembleia da Ação Evangelizadora

Em torno de 100 representantes das Paróquias, Setores e Movimentos, padres, diáconos e religiosos da Diocese de Erexim participaram da primeira reunião do seu Conselho de Pastoral deste ano, na manhã deste sábado, véspera da solenidade de São Pedro e São Paulo, no Centro de Eventos do Seminário de Fátima.

Após oração inicial, conduzida pelo Pe. Paulo Rogério Caovilla, Pároco em Mariano Moro e representante da Área Pastoral de Severiano de Almeida na coordenação de pastoral, Pe. Maicon Malacarne, coordenador diocesano de pastoral, relatou passos dados na preparação da Assembleia Diocesana da Ação Evangelizadora, nos dias 06 e 07 de setembro, que deverá definir o plano de pastoral para o quadriênio 2019 a 2023. Já foram realizadas 12 pré-assembleias por paróquias, faltando duas delas e de algumas pastorais.

Nessas assembleias, cada participante foi convidado a apresentar, com uma palavra, uma urgência diocesana. As cinco palavras mais repetidas foram: participação, união, juventude, diálogo e acolhida. No trabalho de grupos, os participantes responderam às perguntas: 1. Você tem conhecimento do 13º Plano Diocesano da Ação Evangelizadora? Ele contribuiu para a caminhada pastoral da sua organização? 2. O que marcou a vida do setor (pastoral, movimento, serviço eclesial) nos últimos 4 anos? 3. Quais as grandes necessidades pastorais que temos na atualidade?

Examinando todas as respostas, a comissão de preparação da assembleia destacou onze pontos: a estrutura do próximo plano; catequese e Iniciação à Vida Cristã – aprendizado cristão permanente; evangelização da juventude; protagonismo dos leigos; vida das comunidades eclesiais – tensões e conflitos; pastoral urbana e êxodo rural; comunicação no mundo digital; dimensão missionária; dimensão sócio-transformadora; formação e criação de pastorais e movimentos; realidade do ecumenismo e trânsito religioso.

Na sequência, em trabalho de grupo, os participantes analisaram cada um desses itens e entregaram relatório à comissão.

Pe. Maicon concluiu este ponto dando alguns detalhes da Assembleia, número de participantes por Paróquia, Pastorais e movimentos, horário – no dia 06, das 08h30 até às 18h e no dia 07, das 08h30 às16h.

Participação pela Internet

O coordenador de pastoral informou também que foi criado um link para a participação pela internet, redes sociais, de quem não se sente ligado à Igreja e deseja manifestar sua opinião e dar sua contribuição neste processo diocesano. Link do questionário para a Assembleia Diocesana da Ação Evangelizadora:http//bit.ly/14assembleiaerechim

Tema e lema da Romaria Diocesana

Pe. André Lopes, Pároco da Paróquia N. Sra. da Salette e coordenador da Comissão Diocesana de Liturgia e da equipe de liturgia da Romaria apresentou alguns encaminhamentos para a 68ª Romaria de Fátima no dia 13 de outubro. Ela terá sua inspiração maior no Mês Missionário Extraordinário instituído pelo Papa, com o enfoque “Batizados em enviados – a Igreja em missão no mundo”. Seu tema será: Com Maria, enviados em missão! Seu lema: Todos os dias anunciavam Jesus Cristo (Cfe. At 5,42).

Comunicações

– Pe. Giovani Momo, próximo encontro vocacional, dia 23 de agosto; encontro diocesano de coroinhas, 31 de agosto, no seminário de Fátima.

– Diácono Lucas, Mês Missionário Especial, 25 anos do projeto missionário Sul 3-Moçambique e Amazônia.

– Ir. Geneci Dalmagro, encontro da Infância e Adolescência Missionária dos três Estados do Sul do Brasil, em Erechim, nos dias 15 a 17 de novembro deste ano; Encontro Diocesano das crianças e adolescentes missionários, na tarde do dia 31 de agosto, nas dependências da sede paroquial N. Sra. da Salette, Três Vendas, Erechim.

– Diácono Felipe Filippini, convite para sua ordenação presbiteral, marcada para o dia 20 de setembro, na Catedral São José e primeira missa na sua comunidade de origem, Cristo Rei, da Catedral.

A transferência de Dom José para Caxias do Sul

No final da reunião, Dom José relatou que o Núncio Apostólico lhe comunicou ter sido nomeado pelo Papa como Bispo de Caxias do Sul, pedindo-lhe resposta positiva. Dentro da disponibilidade à missão, julgou que não devia dizer que não. Observou que a transferência de Bispos é prática mais comum atualmente na Igreja. Lembrou que muitas famílias daqui vieram das chamadas “terras velhas”, Caxias do Sul e diversos municípios que integram aquela Diocese e que ele fará o caminho inverso, indo daqui para aquela região. Falou dos procedimentos no processo de transição na Diocese até a vinda do novo bispo. Referiu-se também à Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Amazônia, em outubro e que motivou os governos dos Países amazônicos a também buscarem trabalho conjunto naquela região e em vista de sua proteção e defesa. Destacou a liderança do Papa Francisco, que seve de inspiração para muitos no mundo em diversos setores da vida. A sua recente visita aos Emirados Árabes motivou o governo a possibilitar e favorecer a construção de diversas igrejas. Concluindo a reunião, lembrou a solenidade de São Pedro e São Paulo com o dia de oração pelo Papa e invocou a bênção sobre os presentes e sobre a Diocese.