Artigos, Bispos › 31/10/2020

Romaria da Medianeira Diferente

O dia da 77ª Romaria da Padroeira do Rio Grande do Sul, a ser comemorado no 2º Domingo de Novembro, 8 próximo, será diferente neste ano da pandemia. A Romaria do ano passado, que trouxe mais de 400 mil romeiros, este ano será sem a participação massiva dos devotos. Na Basílica haverá Santas Missas de hora em hora com grupo reduzido de pessoas, das 5 horas da manhã até às 18 horas.

A principal Missa no dia, será às 10 horas, transmitida pela Rede Vida de TV para todo o Brasil e pelas nossas rádios e internet.

A tradicional procissão não acontecerá, mas a imagem da Mãe Medianeira, colocada sobre um veículo, passará pelo trajeto tradicional acompanhado dum carro de som para animar os cantos e orações. Quem desejar acompanhar, poderá fazê-lo somente de carro e não estacionando no Parque da Medianeira. Diante da pandemia do coronavírus, tudo será transmitido pelas redes sociais.

Neste ano, a nossa Trezena e a Romaria são iluminadas com o tema: “Maria, não tenhas medo, pois achaste graça diante de Deus” (Lc 1, 30) e o lema será cantado: “Vida eu te quero! Vida eu te quero! Vida és Tu, meu Deus!” A temática deste ano torna-se um incentivo para todos confiar no amor e na providência divina. A defesa da vida, a promoção e cuidado da saúde, são realidades urgentes e atuais.

No dia da Romaria, toda a estrutura do Santuário Basílica estará ao serviço dos visitantes. Na Cripta do Santuário, haverá possibilidade de confissões e de bênçãos. O almoço poderá ser adquirido na hora no Salão de Festas e levado para casa. O local das velas, algumas poucas tendas e os banheiros, estarão funcionando normalmente.

Esperamos não haver aglomeração de pessoas para evitar qualquer transtorno ou problemas de saúde. Solicitamos a colaboração e compreensão de todos para que as normas civis e eclesiásticas sejam cumpridas e tudo possa correr com normalidade e como expressão de fé, fraternidade e para a maior glória de Deus.

Embora distantes, Nossa Senhora Medianeira vai nos abençoar para que as liturgias nos ajudem a louvar, agradecer e alcançar as graças que todos necessitamos neste momento histórico de nossas vidas. Obrigado a todos e as melhores bênçãos e graças para toda sociedade e devotos da nossa querida Mãe e Medianeira de Todas as Graças!

Dom Hélio Adelar Rubert – Arcebispo de Santa Maria