Vídeos formativos para Agentes da Pastoral Carcerária

O Programa “Compreendendo a Pastoral Carcerária” apresentará uma série com 12 vídeos contextualizando a pastoral e promovendo formação aos agentes a partir do Pilar da Palavra

A Pastoral Carcerária do Regional Sul 3 está produzindo o programa Compreendendo a Pastoral Carcerária. A proposta, nascida a partir da impossibilidade da realização de encontros físicos por causa da pandemia do Covid-19, integra as prioridades 1 e 2 do Pilar da Palavra, dentro do programa de formação da Pastoral Carcerária para 2020.

O Pe. Edson Thomassin, coordenador estadual da Pastoral Carcerária, explica que a iniciativa nasceu com a “intenção de oferecer através do material audiovisual os conteúdos de formação já existentes nos subsídios da Pastoral Carcerária, tentando dar um rosto à pastoral no Estado e deixando disponível para o aprofundamento pessoal e também para momentos de formação coletiva”. Segundo Pe. Edson, os vídeos são ainda oportunidade de as equipes locais receberem materiais para o seu aprimoramento.

Os vídeos, que serão lançados sempre às sextas-feiras, estarão disponíveis nas Fanpages da Pastoral Carcerária e da CNBB Sul 3, além do Site e Canal do YouTube da CNBB Sul 3.

1º vídeo – O que é a Pastoral Carcerária

Neste 1º episódio, o padre Eduardo Luís Haas, da diocese de Montenegro e vice coordenador da pastoral estadual, apresenta três elementos importantes para a compreensão da pastoral carcerária como um todo: o que é a pastoral carcerária; quais são suas características; e quais são seus objetivos.

Alicerçado na Palavra de Deus, na Constituição Federal e no subsídio Formação para agentes da Pastoral Carcerária, padre Eduardo nos convida a aprofundarmos nosso comprometimento com a desafiadora e bela missão de ser presença de Cristo nos cárceres.

2º vídeo – As quatro principais características da Pastoral Carcerária

No 2º episódio, o diácono Leonardo Envall Diekmann, da diocese de Santo Ângelo e Secretário da coordenação estadual da Pastoral Carcerária, aprofunda o tema das quatro características da pastoral: estar junto das pessoas privadas de liberdade; buscar a libertação integral dos irmãos e irmãs privados (as) de liberdade; trabalhar pela promoção dos direitos das pessoas privadas de liberdade; respeitar a dignidade da pessoa humana.]

Com uma linguagem adaptada o diácono Leonardo nos apresenta quais são principais as motivações e ações que um agente é chamado a ter a fim de acolher misericordiosamente como Cristo.

3º vídeo – Como é ser um agente da Pastoral Carcerária?

Neste 3º episódio, Vera Dalzotto, da Arquidiocese de Passo Fundo e referencial para o tema da Mulher Presa, compartilha uma reflexão sobre o passo fundamental que leva uma pessoa a ser um agente de pastoral carcerária. Trazendo sua reflexão para o contexto latino-americano, com as Conferências Episcopais de Medelín, de Puebla e de Aparecida, ela apresenta qual a identidade do agente de pastoral como o bom pastor que vai até a ovelha ‘perdida’., levando-nos a questionar elementos centrais da função social das prisões modernas.

Diante da desafiadora missão do agente de pastoral, ela destaca que essa missão é, sem dúvida, uma experiência ‘em primeira pessoa’ do Amor de Deus pelo ser humano.

 

4º vídeo – Agentes da Pastoral Carcerária – Discípulos Missionários de Jesus Cristo

Na sequência da série “Compreendendo a Pastoral Carcerária”, neste 4º episódio do nosso programa, a Irmã Imelda Maria Jacoby, da congregação das Irmãs de Notre Dame e referencial para o tema Justiça Restaurativa, descreve os fundamentos espirituais, bíblicos e vocacionais da Pastoral Carcerária.

Expondo Abraão, Moisés e Maria como modelos de pessoas que foram chamadas e tiveram suas vidas completamente dedicadas ao serviço de Deus, a Ir. Imelda mostra como o chamado para servir na pastoral carcerária também modifica evangelicamente a vida de uma pessoa.

Levar o amor, ser sinal, ter coragem, abraçar esta missão. Estes são os convites que ela nos faz.