Notícias › 05/09/2022

Novos participantes do RS avaliam 59ª Assembleia Geral da CNBB

No grupo do Rio Grande do Sul, três participantes estavam pela primeira vez na assembleia presencial: dom Edson Batista de Mello, Pe. Silvio Jorge Mazzarolo e dom Bertilo Morsch.

 

A 59ª Assembleia Geral da CNBB terminou em Aparecida na última sexta-feira (02), com a participação de mais de 290 arcebispos e bispos de todo o Brasil. O grupo do Rio Grande do Sul na assembleia incluiu 18 arce/bispos, 3 bispos eméritos, um padre administrador diocesano e a Secretária Executiva do Regional Sul 3, Sandra Zambon.

Passaram-se três anos e meio desde a última assembleia presencial em Aparecida, ocorrida em abril de 2019 e, por isso, este encontro foi novidade para muitos participantes, entre eles o bispo de Cachoeira do Sul, dom Edson Batista de Mello. Para ele, a 59ªAGCNBB ficou marcada pela alegria do encontro e pela partilha com os outros bispos, não só do regional mas de todo o Brasil:

A participação pela 1ª vez em uma Assembleia presencial da CNBB marcou em mim a alegria de me encontrar com o episcopado de todo o Brasil, com colegas, aqueles que formaram comigo a turma de bispos novos no ano da ordenação e também com outros bispos expoentes da nossa Igreja. Também me senti muito bem por este espírito que envolve a Conferência, que é um espírito de unidade e sinodalidade. Aquilo que celebramos no altar se realiza aqui: a comunhão, ressalta dom Edson.

Quem também participou pela primeira vez da Assembleia Geral da CNBB foi o Pe. Silvio Jorge Mazzarolo, administrador diocesano de Cruz Alta desde novembro de 2021. Além da alegria pela oportunidade de conviver com todo o episcopado brasileiro, Pe. Silvio destaca a importância da reflexão sobre o tema central da assembleia – Igreja Sinodal – Comunhão, Participação e Missão: “Posso dizer que pra mim é uma experiência única e um grande aprendizado. Os temas discutidos vão ao encontro do dia a dia de nossas comunidades locais, para uma pastoral mais dinâmica na Igreja que caminhada em ritmo de sinodalidade”, apontou o administrador.

Um dos últimos bispos ordenados antes da assembleia em todo o Brasil, dom Bertilo Morsch, auxiliar de Porto Alegre, também esteve pela primeira vez no encontro. Grato pela oportunidade da participação, ele destaca: “Esta assembleia reforça em nós toda a colegialidade que existe na caminhada da Igreja. As orientações e decisões que aqui tomamos reforçam este caminhar juntos tanto na Igreja particular como universal. Mesmo diante de tantos desafios saio daqui animado na certeza de que a graça de Deus é quem nos conduz”, finalizou dom Bertilo.

A próxima Assembleia Geral da CNBB já está prevista para aconteceder de 20 a 29 de abril de 2023 em Aparecida-SP, reunindo arce/bispos de todo o Brasil.

CNBB Sul 3