Notícias › 25/05/2020

Pascom Sul 3 promove live pelo Dia Mundial das Comunicações Sociais

Para celebrar a data no Domingo da Ascensão do Senhor, o Rio Grande do Sul organizou uma live com Dom Carlos Romulo, Bispo Referencial para as Comunicações Sociais no Estado.

Em todo o mundo, iniciativas celebraram o 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais que, este ano, tem como tema “Para que possas contar e fixar na memória (Ex 10, 2). A vida faz-se história”, a partir da motivação do Papa Francisco. No Rio Grande do Sul, a Pastoral da Comunicação Regional organizou no domingo, 24, uma live com o Bispo Referencial para as Comunicações no Estado, dom Carlos Rômulo. O momento, transmitido pelo facebook da Pascom Regional Sul 3 e pelo facebook da CNBB Regional Sul 3, foi de grande comunhão entre comunicadores de todo o estado, das 18 arqui/dioceses que formam o Regional Sul 3.

Dom Carlos iniciou explicando a Mensagem do Papa Francisco para este 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais, destacando que não tecemos apenas roupas, mas também histórias. “Deus se comunica narrando a vida e Jesus, ao se comunicar com os apóstolos, também narra as simples histórias do povo para falar da Boa Nova, através das parábolas”, lembrou.

Sobre o tempo que vivemos, de isolamento social pela pandemia do Coronavírus, ele realça que “a nossa evangelização continua sendo de encontro com as pessoas, porque Jesus habitou entre nós e caminhou com os discípulos e com as multidões. As redes sociais hoje se tornaram instrumentos para nos aproximar da comunidade, que é real, não virtual”, aponta o bispo.

Mais de 100 pessoas acompanharam a live, que também teve a intenção de apresentar a narração de boas histórias. Uma delas é o trabalho desenvolvido pela Diocese do Rio Grande, que lançou a campanha de solidariedade É tempo de Cuidar. Bruno Soares Rios, coordenador da Pastoral da Comunicação na Diocese, contou sobre a iniciativa que propõe um cuidado integral com as pessoas que mais precisam, através da confecção e distribuição de máscaras, da criação de um fundo de solidariedade, da arrecadação, higienização e distribuição de alimentos e materiais de higiene e limpeza e, por fim, por meio da oração. Saiba mais sobre o projeto aqui.

Outro caso narrado na live foi da Diocese de Cruz Alta e da PASCOM de todo o Estado. A Coordenadora da Pascom RS3, Greice Pozzatto apresentou o trabalho desenvolvido pela Pastoral da Comunicação, salientando o olhar diferenciado que esta pastoral está recebendo, na igreja, neste momento. “Acredito que nunca antes houve uma valorização tão grande, tão visível da pastoral da comunicação, especialmente pela prática tecnológica. A igreja precisou se adaptar a nova realidade, pois de portas fechadas, com celebrações sem o povo, precisou utilizar-se de outros recursos, como a internet para que as pessoas pudessem vivenciar sua igreja doméstica e contou com a Pastoral da Comunicação para isso, para as transmissões ao vivo, as lives”, diz. Greice lembrou também que é preciso pensar, refletir sobre o que ficará de tudo isso, após a pandemia, especialmente sobre os rumos da Pascom.

Segundo ela, toda esta vivência já passa a fazer parte da história de comunicação na igreja. Porém, “o mais importante, que guardaremos em nossa memória, é que a pascom contribuiu, de coração, para que o principal, a mensagem de Jesus Cristo chegasse a todas as pessoas. Que possamos contar boas histórias para fixar na memória” finaliza.

Concluindo o momento, Dom Carlos expressou seu desejo de “que possamos narrar as histórias ajudando as pessoas a sempre terem voz”, reforçando que “histórias boas são histórias verdadeiras”, para lembrar que devemos nos empenhar a cada dia nocombate as notícias mentirosas – fakenews.